Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
Gostou do Site Um Passo?
Sim, ele é ótimo!
Sim, ele é bom!
Não, ele é ruim!
Não, ele é péssimo!
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (588 votos)

ONLINE
1




Partilhe este Site...

Um passo

  

Create your own banner at mybannermaker.com!

   

 

    

  

      Maceió - Alagoas

            Visite-nos!

     

 


Analogias
Analogias

Analogia 1 - O valor da vida - Dificuldades e facilidades:

Digamos, que “João” tem um sonho, comprar um carro, ele sempre desejou comprar um carro, mas, ele não tinha emprego nem dinheiro, então ele arrumou um emprego e passou vinte anos para comprar o carro que ele tanto desejava.

Ao comprar o carro, não sabia de um sorteio que estava havendo, então ele ganha mais um carro, igualzinho, mesmo ano, cor, modelo, 100% igual. Só que João não ia ficar com os dois carros, já que eram basicamente a mesma coisa, então ele resolve vender um. Só que acaba de gerar uma dúvida, ele venderia o carro que comprou ou o que ganhou? Mas os dois são iguais! E os dois são dele, então como resolver esse novo problema?

-  O que quero dizer com isso, é que a vida é repleta de segredos, se nós simplesmente “ganhássemos” o “carro” que desejamos, não daríamos valor, infelizmente o ser humano tende a dar mais valor ao que não se tem, e principalmente ao que é difícil de se ter, então, pela lógica da vida, João venderia o carro que acabara de ganhar, mesmo sendo igual ao outro. Confesso que venderia o mesmo, mas, não é o que acontece, sempre desejamos ter algo de maneira fácil, não queremos ter problemas ou qualquer dificuldade por mínima que seja. No entanto, o que quero deixar como mensagem é que não se deixe levar pelas dificuldades, ela nos mostra o tempo certo de conseguir as coisas, o melhor tempo em que estamos bem preparados, e que nós devemos dar mais valor as nossas conquistas, e não simplesmente aos nossos “prêmios”, que também são conquistas!

 

Wilvo Leite

 

Analogia 2 - O filho amado, tudo e nada tenho:

Digamos, que “João” tem dois filhos, gêmeos, dois rapazinhos, recém nascidos, só que ele teve uma ideia quando as crianças ainda estavam na barriga da mãe (esposa dele). A um dos filhos, João disse que faria tudo para que ele não tivesse nenhum problema, nenhuma dificuldade, ele daria tudo que ele pedisse, e até o que ele nem pensava, ia ser o “filho querido”, todos os seus desejos e caprichos seriam realizados por ele (João), se o filho pedisse um carro, lá estava ele realizando sua vontade, se ele pedisse dinheiro, não era nenhum problema, tudo que ele desejava o pai realizaria. Com o outro filho seria um pouco diferente o tratamento, João disse que amaria também, mas não faria nenhum capricho, daria só o básico, o restante ele teria que correr atrás. E assim João fez, até os dois completarem trinta anos, só que João, e nenhum dos filhos, em especial o mais “querido”, contavam com a sua morte. 

O filho que lutava para conseguir as coisas já tinha uma vida feita, era formado, tinha casa, carro e até mulher e filhos, estava numa fase muito boa, pois já tinha passado no passado, por “maus bocados”, mas, persistiu e conseguiu, a morte do seu pai doeu, mas não alterou a rotina de sua vida, ele sempre dizia que não ter “nada” fizera desejar ter “tudo”.  Já o outro filho acabara de perder tudo, não tinha estudado nada, pois nunca precisou, nunca tinha tido emprego algum, pois nunca teve qualquer precisão, a vida era só farra, mas agora, aos trinta anos, ele se encontrava em um mundo totalmente despreparado.

-  O que quero dizer com isso, é que a vida é repleta de segredos, se nós sempre tivéssemos tudo, raramente daríamos valor, pois as pessoas que querem uma vida fácil sem nenhum preparo, quando menos esperam, a rotina muda por completo, aquilo que pensávamos ser inesgotável acaba sumindo, e nós ficamos simplesmente sem saber o que fazer. Não é raro encontrar pessoas que eram mimadas, de uma família com uma condição muito boa, mas, depois, perdem o genitor financeiro, e acabam numa realidade nada confortável, se veem sem saída, o que lhes resta somente um mundo que será por resto, imperdoável. Com isso, qual dos filhos será mais bem agradecido ao pai? Pense nisso! :D

Como sabiamente falou Willian Shakespeare disse, “Portanto, plante você mesmo seu jardim e decore sua alma – ao invés de esperar eternamente que alguém lhe traga flores. E você aprende que, realmente, tudo pode suportar; que realmente é forte e que pode ir muito mais longe – mesmo após ter pensado não ser capaz. E que realmente a vida tem seu valor, e, você, o seu próprio e inquestionável valor perante a vida”.



Wilvo Leite


 

(“Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial destas obras sem a devida permissão do autor!”). 

 (Direitos Autorais Reservados a Wilvo Leite)